Veja todas as fotos da Casa da Praia clicando nas imagens

♥ ALOHA PARA TODOS ♥!!!!
Aloha significa muito mais do que "alô" e "adeus" ou "amor", significa compartilhar (alo) com alegria (oha) da energia da vida (ha) no presente (alo)”.

Destaque - Imóveis de altíssimo padrão à Venda no Condomínio Costa Verde Tabatinga

terça-feira, 11 de maio de 2010

Baleia Perdida na Costa de Israel - Casa da Praia - Locação de Temporada/Vendas de imóveis na praia em condomínio fechado de alto padrão - Caraguatatuba - Litoral Norte SP - CCVT


Encontrei esta matéria interessante no terra :
A baleia apareceu na costa de Israel nesta terça-feira
Foto: AFP
O aparecimento de uma baleia cinzenta próximo à costa de Israel intriga os cientistas, uma vez que o imponente mamífero há alguns séculos não é percebido longe do Oceano Pacífico. A baleia, observada pela primeira vez sábado no Mediterrâneo ao largo de Herzliya (centro), percorreu, provavelmente, milhares de quilômetros desde o norte do Pacífico, após ter-se perdido em busca de alimento.
"É um acontecimento incrível", comentou o Dr Aviad Scheinin, presidente do Centro de Pesquisa e Assistência de Mamíferos Marinhos de Israel. "O que espanta a comunidade científica é que não há baleia cinzenta no Atlântico desde o século XVIII", disse Scheinin à AFP. As baleias cinzentas vivem, atualmente, nos setores ocidental e oriental do norte do Pacífico.
A baleia macho, de 12 metros e 20 toneladas, ganhou o Atlântico, provavelmente, através da passagem marítima que liga o Pacífico ao Atlântico, percorrendo as ilhas árticas do grande Norte canadense, normalmente coberto de gelo, concluindo o périplo no Mediterrâneo. "Como o gelo do Ártico está se fundindo, o animal conseguiu pegar um corredor perto do estreito de Bering", acrescentou o Dr Scheinin.
Normalmente, as baleias cinzentas deixam o nordeste do Pacífico em direção ao Sul por volta de outubro, em busca das águas mais quentes do Golfo da Califórnia, fazendo um percurso de pelo menos 5 mil km.
No outono, a baleia "perdida" tomou a rota Sul em direção à baía da Califórnia, chegando ao Atlântico e "seguindo à esquerda" em Gibraltar, até o Mediterrâneo, explicou. "A pergunta que fazemos, agora, é a seguinte: vamos assistir a uma recolonização do Atlântico?".
O animal ainda está por lá. "Está um tanto magro, mostrando, assim, que a viagem não foi nada fácil, mas achamos que poderá sobreviver aqui", comentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário